A música como refúgio e o silêncio como companheiro.

.

Ainda há tempo para votar certo! (Antes que seja tarde)


Precisamos de gestores públicos e agentes políticos eficientes e não personagens de ficção maquiados por marketeiros que lucram com suas eleições.

Se você quer checar o que os governos fazem pela saúde pública, experimente uma visita a um dos hospitais sobrecarregados do Estado.

A insegurança cresce à medida que os efetivos policiais diminuem e ações de prevenção da criminalidade limitam-se a ações de assistência social - há muita diferença entre elas!! Empurrar com a barriga é pura irresponsabilidade!

Educação nem se fala. Professores são reféns de alunos. Recursos mal geridos, programas que não se complementam...

Como todos sabemos, viagens não resolvem problemas locais. Se resolvessem, não estaríamos nesse estado lastimável - todo mundo só quer saber de viajar (e para o exterior!). Parece que o político entra no cargo para tirar férias! Péssimo exemplo seguido pelos demais agentes públicos que usam tudo quanto é programa (projeto ou meta) de governo para dar uma voltinha. O que resolve é capacidade de vencer desafios, competência, trabalho, dedicação e honestidade. Pela Internet, já se pode obter, inclusive, dados técnicos necessários para implementar projetos eficazes de qualquer parte do mundo - mas ninguém ganha diárias para "executar" estudos "in loco", tampouco outros lucram com a venda de passagens aéreas.

A primeira guerra a ser vencida é a de egos. Vaidade é uma das pragas das quais somos todos vítimas. Atendendo por nacionalismo está, muitas vezes, o egocentrismo.

Precisa-se de inteligência – não dos famosos “Q.I.’s”!

Chega de querer parecer e aparecer! Muitas vezes quem mais faz é quem menos aparece, exatamente, por absoluta falta de tempo para ficar “curtindo” sua imagem na imprensa.
Senso crítico, já! Não se deixe enganar, antes que seja tarde.

A corrupção não pára de crescer.

Tire a limpo a vida de seu candidato, por amor aos nossos filhos!

Pela assepsia na política!!